Empreendedorismo

Elon Musk, CEO da Tesla, elogia o caráter “inteligente” e “pessoas trabalhadoras” da China

De acordo com a CNBC News, o CEO da Tesla, Elon Musk, lamentou o caráter “mimado” e “complacente” das pessoas nos Estados Unidos e elogiou as pessoas “inteligentes” e “trabalhadoras” da China, em entrevista ao “Automotive News”.

Musk disse que, em sua opinião, a China arrasa como uma líder de estratégia de veículos elétricos no mundo. “A energia na China é ótima. Pessoas lá – existem muitas pessoas inteligentes e trabalhadoras. E eles realmente – eles não são mimados, não são complacentes, enquanto eu vejo nos Estados Unidos cada vez mais complacência e privilégio, especialmente em lugares como Bay Area, Los Angeles e Nova York.”

Durante a entrevista, Musk também comparou os EUA, Califórnia e Nova York a equipes esportivas prestes a perder seu status de vencedor. “Nos Estados Unidos, e especialmente na Califórnia e Nova York, você ganha há muito tempo. Quando você ganha há muito tempo, toma coisas como certas. Assim, como qualquer equipe profissional de esportes, sabe, eles vencem um campeonato várias vezes seguidas, ficam complacentes e começam a perder.”

De acordo com uma análise do Los Angeles Times, a assistência do governo dos EUA para a Tesla ultrapassou US$ 4,9 bilhões (R$ 26,19 bilhões). No entanto, Musk reclamou que, entre as montadoras dos EUA, “a Tesla teve o menor apoio do governo de qualquer empresa de automóveis”.

Tesla observou “grandes pedidos por toda a pandemia”, disse Musk. Embora a Tesla tenha relatado que suas entregas caíram cerca de 5% no segundo trimestre de 2020, Musk previu que as vendas online e a entrega direta de carros aos consumidores, em vez de vendas de veículos em lojas ou concessionárias tradicionais, se tornariam ainda mais um padrão, depois do Covid-19.

Leia mais: Tesla recruta mais de 1.000 pessoas em Xangai

Fonte: CNBC