Tecnologia Economia

NIO, uma das maiores empresas de carros elétricos da China, tem receita de USD 1,22 bilhões, um aumento de cerca de 500%

Uma das maiores empresas de carros elétricos da China, NIO, divulgou no dia 29 de abril, seus resultados financeiros não auditados para o primeiro trimestre do ano, com a receita total de RMB 7,98 bilhões (USD 1,22 bilhões), 481,8% a mais do que o exercício anterior. Dos quais, as vendas de automóveis foram de RMB 7,40 bilhões. Nesse período, a empresa entregou 20.060 automóveis, um aumento de 422,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Dentre eles, 4.516 unidades do modelo ES8, 8.088 unidades do ES6 e 7.456 unidades do EC6.

O lucro bruto trimestral foi de RMB 1,5 bilhões (USD 230 milhões), um aumento de RMB 1,7 bilhões em comparação com o prejuízo de RMB 167,5 milhões (USD 25,87 milhões) no primeiro trimestre de 2020; e um aumento de 36,2% em relação ao quarto trimestre de 2020.

A margem bruta consolidada foi de 19,5% no primeiro trimestre de 2021, em comparação, no primeiro trimestre de 2020 foi de 12,2% negativos e no trimestre anterior foi de 17,2%.

O principal desafio no segundo trimestre continua sendo o risco da cadeia de abastecimento devido à escassez global de chips, e espera-se que as entregas estejam entre 21.000 e 22.000 unidades, disse Li Bin, presidente da NIO.

A NIO informou que no primeiro trimestre de 2021, a empresa recomprou 3,305% das ações detidas por certos investidores estratégicos e, como resultado, reconheceu RMB 4,4 bilhões (USD 671,6 milhões) de valorização no valor de resgate de participações não-controladores resgatáveis.

A perda líquida ajustada atribuível aos acionistas ordinários (não-GAAP) para o primeiro trimestre de 2021 foi de RMB 354,5 milhões (USD 54,1 milhões), excluindo a despesa de incentivo patrimonial e o acréscimo do valor de resgate de participações não-controladores resgatáveis.

 

 

Fonte: 21st Century Business Herald