Destaques da Semana

China alcança novas profundidades em bacia petrolífera de Tarim

Bacia petrolífera de Tarim

Na Bacia de Tarim, no noroeste da China, foi construída a maior bacia petrolífera ultra profunda do país, representando um marco significativo na exploração de recursos energéticos. Esta bacia é conhecida por suas vastas reservas de petróleo e gás, localizadas a mais de 6.000 metros de profundidade, que representam uma parcela substancial dos recursos totais da China.

A PetroChina, principal produtora de petróleo e gás da China, está liderando um ambicioso projeto de perfuração conhecido como Take-1, localizado no condado de Xayar, na prefeitura de Aksu. Este projeto, com uma profundidade projetada de 11.100 metros, é o primeiro na China a atingir mais de 10.000 metros de profundidade, marcando um avanço na exploração de recursos ultra profundos.

O projeto Take-1 é suportado por tecnologia de ponta, incluindo uma perfuratriz de 72 metros de altura, a primeira do mundo capaz de perfurar até 12.000 metros de profundidade. Esta máquina impressionante possui uma capacidade de elevação de 900 toneladas, equivalente a 150 elefantes adultos, e está equipada com brocas de alto desempenho e fluidos projetados para operar em temperaturas extremamente elevadas.

À medida que a profundidade aumenta, os desafios também se multiplicam. O gerente da divisão de investigação geológica da PetroChina na Bacia de Tarim, Duan Yongxian, explica que a pressão e a temperatura tornam-se extremamente elevadas a mais de 10.000 metros abaixo da superfície, com temperaturas acima de 210 graus Celsius e pressões superiores a 130 MPa.

No entanto, a tecnologia desempenha um papel fundamental na superação desses desafios. Hastes metálicas equipadas com ferramentas de registro de fundo de poço podem operar a temperaturas de até 200 graus Celsius e transmitir dados de perfuração em tempo real a 8.000 metros de profundidade, auxiliando na navegação das brocas.

A Bacia de Tarim é conhecida por sua complexidade geológica, tornando a perfuração ultra profunda um empreendimento particularmente desafiador. A região é líder global em vários indicadores de dificuldade em engenharia, o que destaca a conquista da China em explorar esses recursos.

Além de sua importância energética, esses poços ultra profundos também desempenham um papel na pesquisa científica, desvendando os segredos do interior da Terra e fornecendo dados cruciais para estudos de geociências. Enquanto a exploração de petróleo e gás na China atinge uma taxa de sucesso superior a 50%, muito acima da média mundial de 30%, ainda há elementos de incerteza, pois às vezes a perfuração é como “abrir caixas cegas”, como observado por Zhang Yu, da Sinopec.

A construção da maior bacia petrolífera ultra profunda da China na Bacia de Tarim é considerada um marco notável na exploração de recursos energéticos em ambientes extremos e na pesquisa científica do subsolo profundo. Essas conquistas são impulsionadas por avanços tecnológicos e científicos de ponta.

Tradução: Mei Zhe Li
Fonte: CCTV
Imagem Principal: Shen Hong/ Xinhua