Empreendedorismo

Carros chineses desafiam montadoras europeias no Salão de Genebra

Salão de Genebra

A presença de montadoras chinesas no Salão do Automóvel de Genebra reflete parcialmente a situação do mercado automotivo europeu, com marcas chinesas em ascensão e marcas europeias lutando para se manterem relevantes.

Este ano, o mercado automotivo chinês certamente será um campo de batalha, e as montadoras chinesas estão transmitindo sua presença para a Europa. Isso significa que as montadoras e fornecedores europeus enfrentarão um ano ainda mais desafiador. Eles estão se esforçando para reduzir os custos dos veículos elétricos para competir com seus concorrentes chineses que estão chegando à sua porta.

No Salão do Automóvel de Genebra deste ano, a BYD apresentou o Song Plus DM-i Champion, Song Plus EV Champion, Tang EV, Yuan PLUS, Dolphin, Seal etc, e o SAIC lançou o Zhiji L6 e o MG3. Em comparação, o Renault 5 elétrico pareceu carecer de competitividade. Este carro pequeno, com um único motor elétrico de 120-150 cavalos de potência e 3,92 metros de comprimento, não apresentou destaques significativos em termos de tecnologia de eletrificação e inteligência.

O BYD Seal foi indicado para o “Carro do Ano” no evento, mas acabou perdendo para o Renault Scenic. Gilles Le Borgne, diretor de engenharia da Renault, considerou isso como um sinal do retorno da Renault à competição principal. Para analistas de mercado, o fato de o BYD Seal ter sido o primeiro carro chinês a ser indicado para esse prestigioso prêmio representa um marco na mudança de posição das montadoras chinesas no mercado europeu.

A única saída para os carros elétricos na Europa é reduzir os custos, de acordo com Nick Parker, diretor-gerente da consultoria AlixPartners, ao falar sobre as montadoras tradicionais europeias e seus concorrentes chineses. Ele compara as duas como “giz” e “queijo”, apontando que, embora pareçam semelhantes por fora, têm núcleos diferentes e não são comparáveis.

Ao contrário das montadoras europeias, que dependem de combustíveis fósseis e de cadeias de suprimentos externas, os concorrentes chineses realizaram uma integração vertical altamente eficiente, produzindo quase todos os produtos internamente para reduzir os custos. Como resultado, os antigos concorrentes europeus agora parecem pequenos diante das montadoras chinesas. No Reino Unido, o BYD Dolphin tem um preço inicial de £25.490 (US$32.300), cerca de 27% mais barato que o Volkswagen ID.3.

Parker afirma que alcançar os concorrentes chineses significa que as margens de lucro das montadoras europeias podem ser seriamente desafiadas, pois os custos que podem ser reduzidos com fornecedores externos são limitados.

A desaceleração na demanda por carros elétricos está colocando as montadoras tradicionais europeias em uma situação difícil. Dados públicos mostram que as vendas de carros elétricos na União Europeia em janeiro deste ano caíram 42,3% em comparação com dezembro de 2023.

Fonte: thepaper.cn
Imagem principal: BYD SEAL/ Divulgação